Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Novos estudos têm vindo a comprovar que as estatinas são a maior fraude médica de todos os tempos, mas também um dos  maiores negócios dos medicamentos. 

 

estatina; statin; saúde; fraude; medicamentos; frarmácias

Referem os estudos que a quantidade de danos que provocam são impressionantes, resultando em milhões de vidas devastadas e mesmo em morte. A pior parte de tudo isto  é que,segundo os estudos que vinham sendo feitos, todos estes malefícios eram do conhecimento dos laboratórios e estes os haviam previsto. No entanto, sempre se debateram para os camuflar, muitas vezes pela via da compra e falsificação de relatórios e estudos que visavam demonstrar o milagre destes medicamentos, mas escondendo os superiores malefícios.

Os investigadores, os meios de comunicação, as agências de saúde e os médicos mais sérios, há muito que vinham alertando sobre os danos provocados em pessoas saudáveis. Já em 2010 eram avançados estudos e dados sobre os riscos de tratamento com recurso à estatina, mas os negócios de milhões de dólares falavam sempre mais alto.

Segundo os estudos que agora vêm a público, mas que já há muito levantavam esta problemática, têm demonstrado que as pessoas que usam estatinas para baixar o colesterol apresentam um maior risco de disfunção hepática, insuficiência renal, fraqueza muscular e cataratas, sendo que tais efeitos colaterais destas drogas devem ser cuidadosamente avaliadas e monitorizadas.

 

 

Num estudo que abrangeu mais de 2 milhões de pessoas na Grã-Bretanha, os investigadores da Universidade de Nottingham descobriram que os efeitos colaterais e maléficos adversos das estatinas são superiores ao benefícios demonstrados pelos laboratórios farmacêuticos.

 

Investigação de Julia Hippisley-Cox e Carol Coupland

Os resultados publicados no British Medical Journal: http://www.bmj.com/content/326/7391/689

Noticiado pela agência Reuters: http://www.reuters.com/article/2010/05/20/us-statins-idUSTRE64J7B820100520

Bibliografia dos autores: http://www.nottingham.ac.uk/medicine/people/julia.hippisley-cox

 

 

 

 

 

 

 

  • ·         HIPPISLEY-COX,J., 1995. Extrapolation of results of simvastatin leaves room for doubt British Medical Journal.311, 690-691

 

Outros estudos – Organização Mundial de Saúde: http://search.who.int/search?q=statin&ie=utf8&site=who&client=_en_r&proxystylesheet=_en_r&output=xml_no_dtd&oe=utf8&getfields=doctype

 

NEGÓCIOS CRIMINOSOS – Estatina será a maior fraude de todos os tempos? Dizem que é a pior droga prescrita pelos médicos, mas das mais lucrativas.

Ao longo dos últimos anos (2007-2012), tem-se constatado uma mudança gradual, mas importante na forma como os médicos optaram por tratar os pacientes com risco de doença cardíaca que apresentavam o colesterol alto.

 

Um grupo de medicamentos que tem sido prescrito para baixar o colesterol são as estatinas, sendo atualmente a categoria de medicamentos mais prescrita pelos médicos, os quais geram milhões de lucro para os laboratórios farmacêuticos, vindo-se agora a descobrir que os malefícios são superiores aos benefícios que causam nos doentes. Mas para nosso espanto, supostamente os laboratórios tinham conhecimento dos malefícios e continuavam a insistir nas vendas tendo vindo a público diversos estudos sobre os danos que estes medicamentos estariam a provocar na saúde dos pacientes.

 

Tudo em prol do lucro e a saúde que se lixe. Se com o tratamento morrerem 20, sobreviverem 10 e os laboratórios lucrarem milhões, está tudo bem, sendo este o cenário dos “medicamentos milagrosos”, como a Big Pharma” gostava de os anunciar.

 

A prescrição destes medicamentos subiu nos últimos anos 17%, o que corresponde a mais de 214 milhões de receitas mensais por ano, de acordo com dados fornecidos pela IMS (http://www.imshealth.com), uma empresa de consultadoria que está autorizada a rastrear a prescrição de medicamentos num elevado número de farmácias. 

 

Enquanto isso, o uso de outros medicamentos para reduzir o colesterol e triglicérides, ou para elevar o HDL, o chamado "bom colesterol", caiu 28%, ou seja, para 50 milhões de prescrições por ano. Quando se trata de reduzir o colesterol, os médicos usam indiscriminadamente estatinas, principalmente genéricos, muitas das vezes iludidos pelos estudos comprados e “disfarçados” pelos laboratórios farmacêuticos que os vendem, os quais apresentam estes medicamentos como o “verdadeiro milagre”. O problema é que o verdadeiro milagre só está a acontecer no que respeita ao aumento dos milhões de lucro dos laboratórios farmacêuticos, mesmo estes tendo conhecimento de estudos que compravam que os malefícios são superiores ao benefícios.

 

É muito estranho que sendo há muito tempo conhecidos os malefícios para a saúde dos pacientes este continue a ser um dos medicamentos mais prescritos pelos médicos em todo o mundo! O que vale é que ainda há investigadores sérios e preocupados com a saúde pública, senão continuaríamos a adoecer e a morrer sem nunca descobrir os verdadeiros motivos.

 

Até para adoecer e morrer servimos de mera mercadoria para negócios.

 O mercado mundial da estatina, ronda os 20 mil milhões de dólares por ano (US$ 20.000.000.000). 

 

Então, o que é que os estudos realmente vêm dizer?

Os efeitos adversos das estatinas

Os autores descobriram que, para cada 10.000 indivíduos saudáveis ​​que tomam estatinas:

  • 307 pacientes passam a sofrer de cataratas.
  • 23 pacientes desenvolvem insuficiência renal aguda.
  • 74 pacientes desenvolvem disfunção hepática.
  • As estatinas aumentam a fadiga muscular em 30% e causam uma incidência de 11,3% de rabdomiólise em doses elevadas (Rabdomiólise é a quebra rápida de músculo esquelético (rabdomio) devido à lesão no tecido muscular).
  • Induz miopatia inflamatória.
  • Pode causar disfunção eréctil (virificou-se que os jovens sofrem 10 vezes mais da disfunção eréctil quando se recorre a tratamentos com estatina)

Para além de outros efeitos adversos já conhecidos.

 

O top dos países que mais receitam estatina

 

 

estatina; statin

 

 

 

Evolução do uso da estatina

 

estatina; statin

 

 

 As prescrições dos medicamentos em milhões de dólares

 

 

estatina; statin

 

 

A evolução da prescição dos medicamentos à base de estatina e sem estatina

 

 

estatina; statin

 

 

 

O mercado da estatina

 

estatina; statin

 

 

 

Evolução das prescrições dos medicamentos/drogas para o colesterol

 

estatina; colesterol; statin

 

 

 

 

Evolução dos lucros dos laboratórios farmacêuticos

 

lucros dos laboratórios farmacêuticos; estatina

 

 

 Alguns dados sobre a evolução na Europa

 

estatina; statin; colesterol; Europa

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens



Junte-se a nós no Facebook

Please wait..15 Seconds Cancel

Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031